Sob risco de racionamento e com tarifas elevadas, brasileiros buscam por energia solar

Consumidores e empresas se apressam em adquirir geradores de eletricidade e painéis solares. A corrida é resultado do risco de racionamento de energia no País e significativa elevação nas tarifas.

Em 31 de agosto, o governo federal divulgou a criação da chamada bandeira tarifária de escassez hídrica. Trata-se de uma sobretaxa de R$ 14,20 a cada 100 kWh consumidos. O valor será cobrado até abril de 2022. Na prática, a tarifa residencial de energia deve sofrer alta de até 8% em setembro.

Um dos efeitos da crise de desabastecimento foi a intensa busca por painéis solares, cujos fabricantes se apressaram em reforçar os estoques. O setor registrou alta de 70% nas vendas. A previsão é de uma longa temporada de faturamento elevado.

Na região Nordeste, a busca é tão intensa que uma empresa de painéis solares está realizando a venda de seus equipamentos por meio de caminhões que circulam pelos bairros anunciando o produto.

  • Categoria: Notícias
  • Data: 22/09/2021